domingo, 14 de fevereiro de 2016

Sejamos
Um universal
Concreto
Unidos
Pelo verso
Que desperto
Se despe
E adentra o tecido
[in] tenso
Do dia
O sol
Quando me encontra
Agradeço
Ainda que o fio espesso
Da morte
Se encontre a todo momento
Na sorte
Da vida
Mais hora
              Menos hora
O que veio
            Se esvai


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Leitor e leitora, dê sua opinião, recado etc aqui!