terça-feira, 22 de dezembro de 2015

O mar nasceu
Mas não morre
Em suas correntes
Infinitas
Imanentes
A essência
Da morte
Entrevida
Daquele que veio renascer
Quiçá

pra ir mais fundo



3 comentários:

  1. O fundo do mar também é mar, o mar é o todo dentro da gente, se mergulho vou mais fundo dentro de mim, nem sempre vale à pena ficar à margem, a praia é só limite, o mar é imensidão!

    Lindo texto Hannah, encantado!

    Deixo aqui o blog onde também hospedo meus versos → www.ocasuloealarva.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Obrigada! Vou seguir seu blog com certeza. Grande abraço

    ResponderExcluir

Leitor e leitora, dê sua opinião, recado etc aqui!